POEMA XII- CARLA KINZO- RITA GULO

por Clara Baccarin

Ela tem um sorriso que faz florescer toda a sala, e logo de primeira vista vemos poesia nela. Ela é Rita Gullo, mais do que filha de peixe (do escritor Ignácio de Loyola Brandão)


TUDO AQUI CAMINHA- GERO CAMILO

Por Keyllen Nieto

Pródigo com o mundo das palavras, o cearense Gero Camilo é mais uma das múltiplas fontes de riqueza literária e performativa que o nordeste traz para o Brasil. Poeta, ator, cantor, compos


VAIDADE- FLORBELA ESPANCA-PAULA COHEN

POR KEYLLEN NIETO

Esta extrovertida atriz paulistana é reta e direta. Sem rodeios, declara-se de mente e lugar abertos, fora dos padrões para uma mulher judia. Apaixonada pelo teatro e pela poesia, Paula vive a vida de fo



O FALSO SELF- FERNANDA FAZZIO

Por Fernanda fazzio

Donald Winnicott nasceu em 1896, na Inglaterra, mais precisamente em Plymouth. Estudou medicina em Londres, especializando-se em pediatria. Desde muito cedo, Winnicott percebeu a relevância de médicos se colocarem no lugar de seus pacientes a fim de enxergarem o mundo por outro vértice. O interesse pelo funcion


BENDITO- ADÉLIA PRADO

"Uma das mais remotas experiências poéticas que me ocorre é a de uma composição escolar no 3º ano primário, que eu terminava assim: "Olhai os lírios do campo. Nem Salomão, com toda sua glória, se vestiu como um deles...".

A professora tinha lido este evangelho na hora do catecismo e fiquei atingida na minha alma pe


SHOPSI-ADÉLIA PRADO E JORGE EMIL

Hoje completa um ano que tou fazendo terapia
- o que você conta ao doutor?
Que tenho medo panifóbico de ver minha mãe morrer.
- Só isso?
Só. Coisa à toa feito não comer três dias porque vi formiga de asas, isso eu não conto mesmo. Só converso coisa séria.
- E ele?
É muito paciencioso. Diz que meu


RIMANDO LÉ COM CRÉ- EMMANUEL SANTIAGO

Dentre as possibilidades rítmicas do verso, uma das mais difundidas é a rima. Nem sempre foi assim, porém. Entre os poetas gregos e romanos da Antiguidade, a rima não era um recurso usual. Entre os romanos, inclusive, era considerada vulgar e de mau gosto. Embora fosse utilizada na poesia cristã, foi


AS MÁSCARAS SOCIAIS- FERNANDA FAZZIO

As máscaras e suas metáforas acompanham o homem desde os primórdios. Essencialmente relacionadas com rituais e com o sagrado, as motivações antropológicas de emprego das máscaras buscavam a imitação de elementos da natureza, celebrações de ritos de magia e co